Revista PIBIC/UENF “Conhecendo a Ciência”

Campos dos Goytacazes / RJ  |  Volume 6  |  nº 5  |  22ª edição  |  Novembro de 2019                


Versão em PDF
Capa Revista 22ª edição


A Organização das Nações Unidas – AGENDA 2030

Matéria 1

A Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) é um plano de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade. Ela busca fortalecer a paz universal com mais liberdade. Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e as 169 metas anunciadas demonstram a escala e a ambição da Agenda universal, que buscam concretizar os direitos humanos, alcançar a igualdade de gênero e a justiça social e manter os recursos naturais para as próximas gerações. Leia aqui


Crescimento econômico inclusivo e sustentável

O professor Alcimar das Chagas Ribeiro, do Laboratório de Engenharia de Produção (LEPROD) do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT) da UENF argumenta que o crescimento econômico inclusivo e sustentável, associado ao pleno emprego produtivo, uma das propostas da Agenda 2030, é um fundamento econômico ainda distante da nossa realidade e que precisa ser foco de pesquisas. Leia aqui


Pesquisa visa tornar o ambiente universitário mais acessível

 A pesquisa científica e a inovação são formas importantes de facilitar o desenvolvimento sustentável e a proposta da pesquisa da professora Annabell Del Real Tamariz, do Laboratório de Ciências Matemáticas (LCMAT), do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT), surge da necessidade de criar opções de acessibilidade para os estudantes no ensino superior, com foco nos estudantes da própria UENF.  Leia aqui


Pesquisa investe na inovação tecnológica no ambiente universitário

 Os meios de comunicação destacam o uso da tecnologia como vantagem competitiva para as empresas, que juntas em uma cidade, trazem diversos benefícios para a população local, para a região e o país. Promover a industrialização inclusiva e sustentável é um dos objetivos da Agenda 2030 da ONU, onde se alinha a proposta de pesquisa do professor Manuel Antônio Molina Palma, do Laboratório de Engenharia de Produção (LEPROD), do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT). Leia aqui

 


Integração entre municípios e os desafios para a governança supralocal

A rede urbana brasileira tem passado por intensas transformações nas últimas décadas. Nesse processo, destacam-se o surgimento de novos municípios, a diminuição do ritmo de crescimento das grandes cidades e a aceleração do crescimento das cidades médias, que resultaram no surgimento de novos arranjos populacionais. Leia aqui

 


Ações pentecostais nos conjuntos habitacionais das periferias de Campos dos Goytacazes é destaque em pesquisa

O assentamento ou realocação de moradores em diversos espaços da cidade de Campos dos Goytacazes, por meio do programa municipal de habitação denominado “Morar Feliz”, implementado desde o ano de 2009, apresenta o desafio de se compreender as implicações deste reordenamento urbano na vida da população, considerando seus impactos sociais.  Leia aqui

 


O papel das aglomerações urbanas de Cabo Frio, Campos dos Goytacazes e Macaé

O estudo do processo de aglomeração urbana é importante porque contribui para o planejamento e a gestão pública e está inserido na pesquisa desenvolvida pelo professor Nilo Lima de Azevedo, realizada no Laboratório de Gestão e Políticas Públicas (LGPP) do Centro de Ciências do Homem (CCH) intitulado “O papel das aglomerações urbanas de Cabo Frio, Campos dos Goytacazes e Macaé no processo de reestruturação socioespacial do Estado do Rio de Janeiro: caminhando em direção a uma nova Região Metropolitana”, que conta com a participação da estudante da estudante de Iniciação Científica Jéssica da Silveira Gonçalves Barcelos.  Leia aqui


Pesquisa aponta as desigualdades socioespaciais em Campos dos Goytacazes e localidades vizinhas

O projeto desenvolvido pela professora Teresa de Jesus Peixoto Faria, do Laboratório de Estudos do Espaço, do Centro de Ciências do Homem (CCH), apresenta um estudo histórico do processo de formação e urbanização das cidades das regiões Norte e Noroeste Fluminense, identificando os diferentes períodos de suas transformações socioespaciais, os principais atores e fatores que concorreram para estruturar a atual configuração urbana das principais cidades da região, em particular Campos dos Goytacazes.   Leia aqui

 


Análise de vidros silicatos é tema de pesquisa premiada

O campista Vinicius Rodrigues Gomes, 24 anos, foi premiado no XI CONFICT apesar de ter iniciado na Iniciação Científica há relativamente pouco tempo.   Leia aqui

 


Pesquisa investe na análise de uvas do tipo “niagara rosada”

O projeto em que Mickaela atuou na Iniciação Científica trata do estudo das uvas da variedade Niagara Rosada, com ótima adaptação na região Norte-Noroeste Fluminense.  Leia aqui


Pesquisa aponta as interações sociais resultantes da criminalização do racismo

A estudante Fernanda Gonçalves Sthel, 19 anos, de Vitória no Espírito Santo, começou cedo a graduação. Ela entrou na UENF aos 17 anos para cursar Ciências Sociais e já no 3º período, iniciou a Iniciação Científica.   Leia aqui


Análise investiga a contribuição de peptídeos com a produção de fármacos

A pesquisa em que Bárbara atua investiga a ação antifúngica de um peptídeo (biomolécula formada pela ligação de poucos aminoácidos) extraído de sementes de Clitoria fairchildiana, uma árvore leguminosa, mais conhecida como sombreiro.  Leia aqui

Retornar à home da Revista

Versão em PDF

20ª Edição / Julho 2019


Apresentação:

A Revista “Conhecendo a Ciência”, produzida pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UENF, tem como objetivo divulgar os trabalhos científicos desenvolvidos por bolsistas e voluntários que participam do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (PIBi/UENF). Nosso público alvo está além da comunidade acadêmica, pois pretende atingir toda a comunidade em geral e especialmente o público jovem, a fim de despertar o interesse para a Ciência e a Tecnologia através da aproximação Sociedade-Universidade.

A revista iniciou em 2014, com financiamento do CNPq, sob a coordenação da Profa. Adriana Jardim de Almeida. A partir de 2016, a Profa. Maria Cristina Gaglianone passou a coordenar a Revista, que atualmente conta com apoio da Editora da UENF (EdUENF) e da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, através das bolsas concedidas a participantes da equipe.

Corpo Editorial:

  • Profª Maria Cristina Gaglianone
  • Profª Rosana Rodrigues

Bolsistas de Extensão:

  • Jornalista – Jane Ribeiro
  • Estudante – Sarah Sheyne Damasceno
  • Designers Gráfico / Fotógrafos – Miguel de Araujo
  • Programador – Osniel Rivero Herrera

Contatos:

Endereço: Av. Alberto Lamego, 2000. Parque Califórnia. Campos dos Goytacazes, RJ. CEP 28013-602

E-mail: revista.pibict@uenf.br

Telefone: (22) 2748-6056

Fechar Menu