Abruem publica Nota de Repúdio contra cortes na ciência

A Associação Brasileira dos Reitores e Reitoras das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem) publicou na última quarta-feira, 13/10/21, uma Nota de Repúdio contra o projeto aprovado no Congresso Nacional que retira R$ 600 milhões de recursos orçamentários previstos para o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Segundo a nota, assinada pelo presidente da Abruem, o reitor da Universidade do Estado do Mato Grosso (Unemat), Rodrigo Bruno Zanin, os cortes colocam em risco diversos projetos ligados ao desenvolvimento científico e tecnológico do país, bem como a continuidade do pagamento de bolsas do CNPq.

“Instala-se um clima de apreensão quanto ao futuro da Ciência no nosso país, pois o fomento é condição indispensável para a realização das pesquisas”, diz a nota. “Todo país que preza pelo futuro de seu povo necessita ter como prioridade a Educação e, por conseguinte, a Ciência”.

Veja AQUI a íntegra da nota da Abruem.

Fechar Menu