Reitoria discute implementação do auxílio moradia com estudantes

O reitor Raul Palacio (ao fundo), a vice-reitora Rosana Rodrigues (à esquerda) e a pró-reitora Clícia Grativol (2ª à esquerda) se reuniram com os membros da comissão de implantação do auxílio moradia

Foi realizada na tarde da última quinta-feira, 23/06/22, a primeira reunião entre a Reitoria e representantes dos estudantes de graduação da UENF para discutir a implementação do auxílio-moradia na Universidade. Durante a reunião, foram discutidos os critérios para a concessão do benefício, bem como a periodicidade dos editais para a seleção dos estudantes e o número de alunos a serem beneficiados.

De acordo com a previsão orçamentária, inicialmente deverão ser concedidos cerca de 500 auxílios, no valor de R$ 400. A seleção dos candidatos se fará através de editais publicados anualmente. O principal critério para fazer jus ao benefício será a carência socioeconômica.

Em primeiro lugar, serão beneficiados os alunos que não recebem nenhuma bolsa ou auxílio; em 2º, quem recebe auxílio-cota e não possui outra bolsa; em 3º, estudantes que possuem somente uma das demais bolsas (extensão, iniciação científica etc); e em 4º, aqueles que recebem auxílio-cota e mais uma outra bolsa.

Ficou ainda acordado que deverão ser beneficiados alunos que moram a uma distância além de 20 km do campus universitário. Além do reitor Raul Palacio e da vice-reitora Rosana Rodrigues, também participou da reunião a pró-reitora de Assuntos Comunitários da UENF, Clícia Grativol.

Pela comissão de estudantes, participaram os estudantes Jhonatan A. Cossetti (diretor geral do DCE/UENF), Letícia Crisóstomo de Souza Barcellos (diretora de Assistência Estudantil do DCE/UENF), Laysla Nicoli Pereira da Rocha (estudante de Engenharia de Petróleo) e Amanda Durães de Jesus (estudante de Administração Pública).

Fechar Menu