Ex-aluna da UENF é eleita presidente da Confederação de Empresas Juniores do Brasil

O Movimento Empresa Júnior (MEJ) surgiu na Europa na década de 60 e logo chegou ao Brasil. Em 1988 foi fundada a primeira empresa júnior do país e, desde então, o MEJ brasileiro cresce de forma exponencial. Atualmente é considerado como a principal ferramenta de educação empreendedora no ambiente acadêmico. Há cada vez mais procura por parte de jovens universitários para participar dessa iniciativa. Recentemente, Fernanda Ribeiro Gomes Amorim, ex-aluna da Universidade Estadual do Norte Fluminense foi eleita presidente da Confederação de Empresas Juniores do Brasil.

Fernanda ingressou na UENF em 2014, cursando Engenharia Metalúrgica e de Materiais. Em 2015 iniciou sua trajetória na Engloba, empresa júnior da universidade. Foi diretora de marketing e presidente, onde acompanhou todo o processo de estruturação até a federação na RioJunior.

Segundo a jovem campista, de 24 anos, a Engloba foi fundamental para a sua formação profissional. “A Engloba foi importante para que eu me tornasse uma profissional mais comprometida e capaz. Ser eleita presidente da Confederação de Empresas Juniores do Brasil foi incrível. Acredito fortemente no impacto que o maior movimento de empreendedorismo jovem causa no Brasil, estando atualmente em mais de 1300 empresas juniores e 250 instituições de ensino. Tenho certeza que precisamos de mais lideranças femininas ocupando esses espaços”.

Fernanda Amorim cursou Engenharia Metalúrgica e de Materiais e já foi presidente da Engloba
Fechar Menu