COLEX tem reunião itinerante e visita obras da UENF

Integrantes do COLEX e professoras percorreram diversos prédios da UENF

Nesta terça-feira (30/11), membros do Colegiado Executivo (COLEX) da Universidade Estadual do Norte Fluminense realizaram uma reunião externa na Universidade. O encontro foi uma iniciativa do reitor, professor Raul Palacio e teve o objetivo de visitar as obras inacabadas em sete prédios no campus. A partir dessa ação, será estabelecido um processo organizacional para buscar recursos e finalizar as construções, que foram iniciadas há cerca de uma década com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ).

De acordo com Rosana Rodrigues, vice-reitora, a reunião foi um passo importante para o processo de conclusão das obras.

“Nós temos recursos aprovados junto à FAPERJ desde 2015, mas as verbas ainda não foram liberadas. Esse levantamento vai ser útil na retomada do processo, que é uma ação em longo prazo. A chegada de fundos vai nos auxiliar na finalização das construções, ampliando o espaço para ensino, pesquisa e extensão”, pontuou.

Segundo Marcelo Pacheco, prefeito da Universidade, o objetivo é adequar a estrutura física à necessidade atual da UENF.

“Essas estruturas foram iniciadas por diversos professores, muitos deles já se aposentaram. É importante rever as demandas de cada um desses prédios, atualizá-las e buscar recursos a fim de alinhar de acordo com a atual realidade da UENF”, ponderou.

O COLEX auxilia no planejamento de ações na Universidade e tem o papel de levantar as suas demandas. De acordo com Raul Palacio, a conclusão das obras é um compromisso da gestão.

“Nós temos o comprometimento com o recurso público. Cada prédio finalizado significa um passo à frente, assim como a atualização do nosso parque tecnológico. Essas ações vão solidificar ainda mais a nossa instituição”, finalizou.

Participaram da reunião: Raul Palacio, reitor da UENF; Rosana Rodrigues, vice-reitora; Marcelo Pacheco, prefeito do campus; Pedro César, diretor geral administrativo; Rodrigo Caetano, diretor do CCH; Vanildo Silveira, diretor do CBB; Priscila Castro, assessora cultural; Annabell Tamariz, professora representante do CBB.

Fechar Menu